domingo, 19 de outubro de 2008

CONCERTOS: Os Pontos Negros no Maus Hábitos

Se tivermos em conta o que se passa lá fora, os Pontos Negros são apenas mais uma banda com tiques de Strokes e Libertines. Já se nos fecharmos no nosso pequeno rectângulo, os Pontos Negros também não trazem nada de novo, mas o buzz que se tem gerado à sua volta começa a merecer algum destaque. Apareceram na altura certa, perante uma geração que conhece de tudo um pouco, mas que tem poucas referências próprias, agarrando-se a qualquer fenómeno do qual possa fazer parte. Ontem, no Maus Hábitos, no Porto, esse fenómeno foi perceptível. Dezenas de pessoas, sobretudo adolescentes, acorreram à chamada para ver (pouco, já que o palco, ou melhor, o estrado dos M.H. permite apenas que as primeiras almas da frente observem os músicos, ficando os restantes a ver movimentos de cabeças) e ouvir o quarteto de Queluz. Com o álbum de estreia Magnífico Material Inútil lançado este mês via Flor Caveira e um EP homónimo muito afamado entre os cibernautas, os Pontos Negros trazem ainda pouca bagagem, mas sabem estar ao vivo, são simpáticos e comunicativos e tocam razoavelmente bem. Têm um conjunto de canções engraçadas, algo parecidas umas com as outras, mas muito animadas, rock'n'rolleiras e bem escritas. A plateia dançou, cantarolou, mandou os seus bitaites e, sobretudo, foi notório que todos se divertiram durante pouco mais de 45 minutos. Mais parecia um concerto para amigos, tal a informalidade e a afectivade entre banda e público. A mim, pessoalmente, deixaram-me um bocado indiferente, mas ficou claro que era uma das poucas excepções. E ainda bem.
Relembrar que Os Pontos Negros vão terça-feira abrir para os dEUS, no Teatro Sá da Bandeira, no Porto, depois de o terem feito hoje na Aula Magna, em Lisboa.

>> MySpace - Os Pontos Negros

3 comentários:

Bordello disse...

Então e os Pontos Negros não vieram ao Sá da Bandeira?

John The Revelator disse...

eles fizeram a primeira parte. por acaso não vi, mas sei que lá estiveram. btw, belas fotos de dEUS no teu blog. abraço.

Bordello disse...

então cheguei mesmo tarde! não dei mesmo por eles